Educação

EDUCAÇÃO ESPECIAL INCLUSIVA É TEMA DE CAPACITAÇÃO EM NOVA OLINDA DO MA

    Na última sexta-feira, 02, aconteceu no Salão Paroquial, o segundo dia e culminância da I Formação de Educação Especial na Perspectiva Inclusiva, com o tema: Educar para Incluir.
    A formação teve início no dia 01, com a participação dos professores da rede municipal de ensino que trabalham com crianças deficientes auditivos e visuais, já no dia 02, o público alvo eram os professores em geral, pois o tema abordado, NEUROCIÊNCIA X EDUCAÇÃO é um tema amplo, de interesse e de utilidade urgente para todos. 
   O seminário foi conduzido pelo profº Antônio Gomes Filho, do Instituto de Educação Especial Básica e Superior do Maranhão – IESBEM, de São Luís, e contou com a presença de grande número de professores e diretores da rede de ensino municipal, aproximadamente 200 professores e demais funcionários da SEMED.
    Estiveram conosco prestigiando o evento a prefeita Iracy Weba e seu vice José Alberto, a secretaria de educação Maria Goreth  da Silva Carvalho, a Secretaria adjunta de Educação Antônia Maria, a conselheira tutelar Ivaneude de Oliveira, o Pastor Evangélico da Ig.Assembléia de Deus Ministério de Perus, Edinaldo Vieira, a diretora da Escola de Música do município Eliane Coelho, a representante do CME Marly de Sousa Lima, a representante do SIMPROESSEMA Josélia Fernandes além da equipe multiprofissional que irá atuar na sala de Atendimento Educacional Especializado – AEE, que é composta por Daniele Castro Alves, Psicóloga, Marcus Vinícios Brito, Fonoaudiólogo, Raimundo Nonato Muniz, Intérprete de Libras, Mirtes Silva Ferreira, Terapeuta Ocupacional, Maria do Socorro Freitas, Psicopedagoga e Cimocleide Castro dos Santos, Assistente Social da SEMED e Coordenadora de Educação Inclusiva.
    Este Seminário marcou o início dos trabalhos para a equipe multiprofissional e também marcou o início de uma nova era da educação Inclusiva no município de Nova Olinda do Maranhão. É a realização de um antigo sonho e reivindicação dos profissionais da educação, porém mais que isso, é a efetivação de direitos e valorização da criança com deficiência, é um novo momento, é o município respeitando e colocando nossas crianças e adolescentes no mesmo patamar de igualdade de direitos das demais. É um momento de inclusão, respeito e valorização da pessoa com deficiência.

Mais em Educação


Receba nossa Newsletter. Deixe seu nome e e-mail!